. .

música-music-musique-μουσική-musik-музыка-संगीत-musica-音乐-音楽-음악-موسيقى-מוּסִיקָה 

Facebook Twitter Flickr YouTube RSS
magnify
magnify

Salif Keita em São Paulo – Lançamento de “Talé” no SESC Pompeia

Salif Keita em São Paulo

Salif Keita em São Paulo

 

Dias 11 e 12 de JUNHO às 21h30 – SESC Pompeia - Choperia

Rua Clélia, 93 | São Paulo/SP
Tel: + 55 11 3871 7700
Proibido para menores de 18 anos: venda de bebida alcoólica no local.

R$ 32,00 [inteira]
R$ 16,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 8,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

Realização: SESC
Apoio: Embaixada da França no Brasil, French Music Brazil/ Bureau Export em São Paulo e Institut Français
Produção: Scubidu Music

 

 

Salif Keita, tem sido uma espécie de embaixador da música do Mali e da própria África. Engajado nas causas da tolerância e da defesa da diversidade representa, juntamente com Fela Kuti, uma das maiores influências da moderna música africana fora do continente.Em sua carreira, ele tem explorado o Afro Pop, Salsa-Twist, funk e até mesmo a rítmica do afro-jazz-rock em suas colaborações mais recentes com Joe Zawinul e Carlos Santana.
Seu novo trabalho é fruto da parceria com o produtor Philippe Cohen Solal (Gotan Project), em janeiro de 2011. Juntos, procuram dar vida nova à tradição musical mandinga: instrumentos tradicionais fundidos a sons orgânicos e primitivos e sons contemporâneos com música eletrônica com uma pitada de irreverência.
A mítica em torno de sua figura se reforça pelo fato de ser albino e descendente direto do fundador do Império Mali, Sundiata Keita. Em suas palavras: “Eu sou negro, minha pele é branca e eu gosto: é a diferença. Eu sou branco, meu sangue é negro, e eu adoro, pois a diferença vale muito!”. Choperia. A choperia é classificada como casa noturna em função da venda de bebidas alcoólicas. Venda de ingressos a partir das 14h do dia 31/05.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Amadou & Mariam em São Paulo

TOUR DATES:
Dias 21 e 22 de março no SESC Pompeia

 

Amadou & Mariam formam o casal mais querido do Mali. Sua mistura de ritmos africanos com a guitarra blues conquistou o mundo. Fizeram turnês com U2 e David Gilmour, tiveram disco produzido por Manu Chao. E em março vem à São Paulo pela primeira vez. 

 

logo

Expandir horizontes e manter-se fiéis às suas raízes foi um desafio que Amadou & Mariam venceram, de maneira consistente, ao longo de suas carreiras.

A cada disco novo o casal do Mali comprova que pode mesclar diferentes estilos de música e, ainda assim, preservar suas principais características: canções originais, a guitarra blues de Amadou e a interação mágica de suas vozes, o que lhes trouxe grande popularidade.

Nos últimos anos, Amadou e Mariam fizeram turnês com U2 e Coldplay e tocaram com lendas da música como David Gilmour e Johnny Marr. Fizeram um show no Prêmio Nobel da Paz em homenagem a Barack Obama e tocaram nas cerimônias de abertura das duas últimas Copas do Mundo. Manu Chao e Damon Albarn produziram seus últimos discos.

Tornaram-se músicos conhecidos mundialmente, sempre cultivando parcerias com outros músicos: esse o espírito novo disco Folila.

A história de Folila – que significa “música” em bambara – é um conto de como dois discos tornaram-se apenas um. Marc-Antoine Moreau, o empresário do duo explica: “A ideia original era fazer dois discos: um, em Nova York, com músicos amigos de Amadou e Mariam, e outro, voltado às suas raízes, gravado em Bamako com convidados, na maioria africanos, com percussão africana em vez da bateria.

Ambos os planos foram realizados, mas quando Amadou e Mariam ouviram a riqueza das duas sessões, surgiu uma terceira via: combinar as duas gravações de uma forma simples e orgânica. O resultado foi o disco Folila, um exemplo quase perfeito de como tradição e modernidade podem trabalhar juntos para gerar um movimento criativo, como trilhos paralelos que conduzem a um destino musical comum. Folila é o primeiro álbum de estúdio de Amadou & Mariam desde Welcome to Mali,um dos discos mais aclamados de 2009.

Conheceram-se em 1977 quando frequentavam o Instituto para Jovens Cegos de Bamako. Influenciados pelos discos de Jimi Hendrix, Eric Clapton e Pink Floyd, bem como pela música tradicional africana, formaram um duo em 1983, mas seu primeiro disco gravado fora da África, Sou Tile Ni, surgiu apenas em 1998 e vendeu mais de 100.000 unidades. Nos anos seguintes lançaram mais dois excelentes álbuns: Tje ni Mousso (1999) e Wati (2002).

logo

A transição dos palcos de world music para festivais de rock começou em 2005 após o disco Dimanche à Bamako, produzido por Manu Chao, um dos discos africanos mais vendidos de todos os tempos e que ganhou  prêmios da rádio BBC 3 e o prestigiado Les Victoires de la Musique (equivalente ao Grammy francês).

Em 2011 Amadou & Mariam apresentaram um novo show chamado Eclipse no Festival International de Manchester. O show, único no gênero, é encenado inteiramente no escuro e conta a história da vida do casal com canções de toda sua carreira. “Quando não se pode ver, a sensibilidade auditiva se expande”, explica Amadou. “As características do som ficam destacadas e é por isso que eu quis fazer esta série de shows na escuridão. Queria que o público ouvisse a música da mesma forma que Mariam e eu ouvimos.”

A autobiografia Away From The Light, publicada em junho de 2010, traça a história desde o momento em que eles se adaptaram à cegueira até o show para Barak Obama no Prêmio Nobel. O livro conta o momento em que eles se conheceram no Instituto para Jovens Cegos em Bamako e a jornada épica que fez com que essa dupla se tornasse a mais amada da África neste século.

https://www.facebook.com/amadoumariam

https://twitter.com/amadouetmariam

http://www.amadou-mariam.com/

 

Amadou & Mariam
Dias 21 e 22 de Março de 2013, quinta e sexta,  às 21h30
Festa da Francofonia

SESC Pompeia (Choperia)
Rua Clélia, 93 – Pompeia
São Paulo – SP

Ingressos
R$ 40,00 [inteira]
R$ 20,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 10,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

Apoio: Bureau Export / French Music

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Anelis Assumpção faz show de abertura pra Djavan em São Paulo

flyer SP

Djavan – Show de Abertura Anelis Assumpção
Credicard Hall
Dias 15 e 16 de março – 22hs
Ingressos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Anelis Assumpção no Festival Rec-Beat em Recife

Screen Shot 2013-01-29 at 18.19.39

 

alô hellcife!

segundona de carnaval, to la no cais da alfandega!
e tem mais um monte de gente massa na mesma balada!
eu tô feliz de estar no mesmo dia com BNegão ♥

Anelis no Rec-Beat
11/02/2013 – 23h10
Cais da Alfândega

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Primeiro lançamento de 2013 – Andreia Dias “Pelos Trópicos”

A cantora e compositora Andreia Dias lançou seu novo disco no dia 1 de janeiro de 2013!
Ouça e baixe grátis!

Pelos Trópicos é nome do terceiro disco solo da cantora e compositora Andreia Dias. Em 2011, Andreia gravou um álbum de forma itinerante em 10 capitais Brasileiras, saindo do Rio de Janeiro seguindo para Belém e descendo até Salvador.

Durante um ano, Andreia circulou cidades do Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do Brasil e interagiu com bandas locais atuantes na cena pop das suas cidades.

Foi uma viagem de intenso escambo cultural e traçado da nova cena pop contemporânea do nosso país. Uma iniciativa inédita e muito corajosa, gravada às próprias custas e com ajuda de coletivos e amigos espalhados pelo Brasil.

Em cada cidade, Andreia foi recebida por uma banda ou por um coletivo cultural que a apresentou à cena musical local. As canções e parcerias surgiram durante a estadia de Andreia na cidade, períodos que variavam de uma semana até um mês.

Todos os artistas envolvidos residem em suas cidades.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Anelis Assumpção interpreta sucessos dos Anos 80 no Som Brasil

Anelis Assumpção interpreta Sonífera Ilha (Titãs),  ”Me Chama” (Lobão) e “Vital e sua Moto” (Paralamas do Sucesso) no Programa Som Brasil, da Rede Globo.

Com:

Anelis – voz
Cris Scabello – guitarra
Lelena Anhaia – baixo
Lenis Rino – bateria
Zé Nigro – teclados
Ruben Marley – Trombone
Jaziel Gomes – Trombone
Edy Trombone

Gravado ao vivo no Projac – Rede Globo – 2012

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Gonzaga Contemporâneo – Homenagem ao Centenário de Luiz Gonzaga

Espetáculo será apresentado nos dias 13 e 14 de novembro em formato audiovisual. Confirme presença no facebook

 

O consagrado “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga, completaria seu centenário neste ano. Para homenageá-lo, a Orquestra Visual Chawarma formada pelo músico e compositor Danilo Moraes, ao lado do pandeirista Sergio Krakowski e do Estúdio Laborg realizam, nos dias 13 e 14 de novembro, o projeto audiovisual “Gonzaga Contemporâneo”. O espetáculo, apoiado pelo Ministério da Cultura, foi contemplado com o “Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga 2012” e será apresentado na Sala Funarte Guiomar Novaes, em São Paulo.

O show une o forró pé-de-serra nordestino de Gonzagão à imagens do imaginário do sertão, por meio de projeções multimídia. A proposta é utilizar as mais avançadas tecnologias de mixagem de som e vídeo para que se possa desafiar a versatilidade dos músicos ao recriar, através de arranjos tradicionais e contemporâneos, as canções de Luiz Gonzaga.

 

SERVIÇO:

ORQUESTRA VISUAL CHAWARMA apresenta “GONZAGA CONTEMPORÂNEO”
Dias 13 e 14 de novembro de 2012, às 20h, na Sala Funarte Guiomar Novaes
Classificação indicativa: livre
Ingressos: R$ 5,00
Duração: 80 minutos
Capacidade: 120 pessoas
Local:Sala Funarte Guiomar Novaes – Al. Nothmann, 1058 – Campos Elíseos

 

COM:
Danilo Moraes: Voz, Guitarra, violão e violão tenor
Sergio Krakowski: Pandeiro, vídeos Midi
Guilherme Ribeiro: Sanfona e teclados
Estúdio Laborg: mixagem de vídeo ao vivo

CONVIDADOS VIRTUAIS
Léo Rodrigues: Zabumba e Triângulo
Wandi Doratiotto: Voz
Tatiana Ribeiro: Dança

 

Este projeto foi contemplado com o “Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga 2012”

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Anelis lança o clip “Not Falling”

 

PorqueeU Conceito/Conteúdo e Agência Na Lata apresentam “Not Falling” de Anelis
Assumpção e Giba Nascimento com Dubwise de Victor Rice.
Com Curumin, Diogo Granado, Lelena, Sinhá, Rubi, Bruno Buarque, Mau, Anna Turra, Jimmy Dancer, Cris Scabello, Peri vulgo Homem Refluxo.

Direção: Luis Rodrigues Alves
Roteiro: Anelis Assumpção e Luis Rodrigues Alves
Direção de Fotográfia: Na Lata
Produção Executiva: Bruna Ciccarello
Produção: Danielle Farnezi
Figurino/Make: Simone Souza
Assistente de Camera: Roberto Kaihara e Diogo Pinaffi
Edição: Bruno Godi Paolini e Luis Rodrigues Alves
Assistente de Edição: Evandro Ambrosio e Renato Junqueira Baston
Color: Gabriel Braga
Finalização: Breno Amorim
Sonorização: LubaConstruktor

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Ricardo Herz no Womex 2012 – Tessalônica, Grécia


19/10 em Tessalônica – Grécia

Ricardo Herz Trio é o único grupo brasileiro na Seleção Oficial do Womex 2012, a mais importante feira de músicas do mundo. Acompanhado de Pedro Ito (bateria/percussão) e Michi Ruzitschka (violão 7 cordas),  o violinista Ricardo Herz apresenta o repertório de seu quarto disco, “Aqui é o meu Lá ”, com composições próprias e direção musical de Benjamim Taubkin.

 

Ricardo Herz Trio tem se apresentado nos principais teatros e festivais do Brasil e exterior, marcando o público com sua contagiante presença de palco: são solos endiabrados e melodias marcantes que fazem do show uma experiência única na música instrumental brasileira.

Este ano, o Ricardo Herz Trio terá uma importante missão: será o único grupo a representar o Brasil na seleção oficial do Womex – The World Music Expo, umaa das mais importantes feiras de música do mundo. Em cada edição são escolhidos somente 30 artistas pra fazer apresentações e mostrar seus trabalhos para os maiores produtores e programadores de salas e festivais do gênero. A edição deste ano vai ser em Tessalônica, Grécia.

 

 

RICARDO HERZ TRIO
Ao Vivo no Womex 2012

19/10/2012 – 22h30
Theater Stage – Helexpo
Tessalônica – Grécia

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Didier Lockwood Group no Brasil

TOUR DATES:
08 e 09 de setembro de 2012 – São Paulo/SP – Festival Jazz na Fábrica – SESC Pompeia

 O grande violinista francês volta ao Brasil para apresentar o jazz fusion que o tornou famoso em todo o mundo. Didier (violino), se apresenta ao lado de Paco Séry (bateria), Linley Marthe (baixo) e Munir Hossn (guitarra).

Didier Lockwood começou a tocar com 6 anos de idade e ganhou diversos prêmios ainda na adolescência. Inspirado por mestres do blues e do jazz como Coltrane, Monk, Ayler, Hendrix, entre outros, e pelas músicas étnicas dos 4 cantos do mundo, Lockwood mostra seu estilo ousado. Nos anos 70, passa a usar o violino eletrificado, influência de Jean-Luc Ponty. Nesta época integra o grupo Magma , que o alavancou para uma carrera internacional de sucesso. Apadrinhado pelo lendário Stéphane Grapelli, Didier toca no Carnegie Hall aos 21 anos e se lança como solista reconhecido no mundo todo.

Com mais de 3000 show registrados, 30 discos e várias turnês mundiais, hoje Didier continua compondo e se apresentando, além de liderar o Centre de Musiques Didier Lockwood na França e de fazer diversa trilhas sonoras para cinema e televisão.

Didier Lockwood teve uma carreira oscilante, variando do fusion para o swing e o hard bop. Nos anos oitenta, foi considerado o próximo dentro da linhagem dos grandes violinistas franceses depois de Stéphane Grappelli e Jean-Luc Ponty, mas ele alterou o seu perfil nos anos noventa. 

Lockwood nasceu em Calais, França, no dia 11 de fevereiro de 1956 e começou a estudar violino quando tinha seis anos. Dez anos depois, ele parou sua educação formal dele e foi tocar num grupo de rock. Ele tocou em Paris com Aldo Romano e Daniel Humair, entre outros; encontrou com Grappelli e ambos fizeram uma excursão. 

Ele teve um grupo de fusão chamado Surya e gravou com Tony Williams em 1979. Didier Lockwood tocou nos Estados Unidos em várias ocasiões nos anos oitenta e gravou um álbum acústico em 1986 com violinistas da envergadura de John Blake e Michal Urbaniak.

 

Serviço:
Didier Lockwood Group
com Didier Lockwood (violino), Paco Séry (bateria), Linley Marthe (baixo) e Munir Hossn (guitarra)

Festival Jazz na Fábrica
Dias 08 e 09 de setembro de 2012
Sábado, às 21h30. Domingo, às 19h
Choperia do SESC Pompeia
rua Clélia, 93 - Pompeia - São Paulo – SP - cep 05042-000

Ingressos:
R$ 32,00 [inteira]
R$ 16,00 [usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
R$ 8,00 [trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes]

Realização: SESC-SP
Produção: Scubidu Prods.
Os shows de Didier Lockwood contam com o apoio do Bureau Export e da Embaixada da França no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Ricardo Herz Trio em Belo Horizonte

RICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZ
RICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZ
RICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZ
RICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZRICARDO HERZ

[ricardo herz_2012], a set by veredasproducoes on Flickr.

Show de Ricardo Herz Trio dentro do projeto Domingo no Museu edição especial produzido pela Veredas Produções em parceria com o Savassi Jazz Festival no Museu de Arte da Pampulha. O Trio formado por Ricardo Herz (violino) Pedro Ito (bateria e percussão) e Michi Ruzitschka (violão 7 cordas) lança o cd “Aqui é o meu lá”

Belo Horizonte/MG
29/07/2012
Fotos de Élcio Paraíso / Bendita

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Anelis Assumpção apresenta “Not Falling” no Bourbon Street

Show no dia 24/07 integra a série Para Elas por Elas, e dá continuidade  ao lançamento do novo compacto da paulistana, um disco em vinil de 45 rotações com a faixa “Not Falling”.

Reggae da lavra de Anelis Assumpção com Giba Nascimento, Not Falling está sendo lançado pela cantora e compositora paulista em Vinil Compacto de 45 rotações por minuto. O lado A traz a gravação original, produzida por Anelis e Zé Nigro. O lado B traz “Not Falling’ em outra versão, aditivada com dub remix de Victor Rice no azeitado registro de Anelis.

Ouça aqui: http://scubidu.bandcamp.com/album/not-falling-single

Anelis sobe ao palco do Bourbon Street acompanhada por Zé Nigro (teclados), Cris Scabello (guitarra), Mau (baixo), Lelena Anhaia (guitarra e violão), Edy Trombone (trombone) e Bruno Buarque (bateria).

SERVIÇO:

ANELIS ASSUMPÇÃO apresenta “NOT FALLING no Bourbon Street Music Club
Ingressos: R$ 35,00
Terça, 24/07/2012 – 22h30 (abertura da casa às 20:00)
Rua dos Chanés, 127 – Moema – tel: 5095-6100
Produção: Scubidu Prods.

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Ricardo Herz Trio lança o disco “Aqui é o meu lá” no dia 5 de julho no SESC Pompeia

O show, no dia 5 de julho, contará com as participações especiais dos músicos Benjamim Taubkin, João Taubkin e Danilo Moraes.

ImageO violinista Ricardo Herz sobe ao palco do TEATRO do SESC Pompeia no dia 5 de julho, às 21h, para o show de lançamento do seu quarto CD, Aqui é o Meu Lá. O novo trabalho traz composições próprias e sonoridade dada pelo Ricardo Herz Trio, que conta com o baterista e percussionista Pedro Ito e com o violonista Michi Ruzitschka. Com direção musical de Benjamim Taubkin e lançamento pelo selo Scubidu Records, o projeto é fruto da pesquisa de Herz na música brasileira, mesclando-a com diversos ritmos do mundo. A partir dessa inspiração, o artista teve a liberdade de criar a sua própria música: melodias, que mesmo passeando por outras terras, trazem a familiaridade do quintal de casa. São 12 faixas, sendo onze autorais – que incluem homenagens para Dominguinhos e Garoto – e uma versão para Odeon, clássico de Ernesto Nazareth. O álbum, como não poderia deixar de ser, é a base do repertório do show. “Cada composição veio de uma inspiração diferente. O disco tem dois forrós, um choro, um chamamé… As melodias são alegres e têm uma simplicidade vinda da canção popular. A ideia é que o público possa sair cantando. A partir deste pensamento, iniciei a composição do álbum”, diz o violinista, que retorna ao Brasil, após viver um ano em Boston, nos Estados Unidos e outros oito em Paris, na França. Neste período, também participou de festivais no México, Malásia, Holanda, Rússia, Israel, Dinamarca Itália e Romênia. Para Herz, a experiência no exterior foi fundamental para expandir seu conhecimento sobre outras culturas musicais. “Tive a oportunidade de viver oito anos na França me dedicando à música popular e, neste tempo, tive contato com vários estilos, como o jazz, a música africana e, principalmente, o forró, na Orquestra do Fubá. Foi lá que desenvolvi minha linguagem de violino na música popular”, relembra. Submetida a tantas influências e experiências, a sonoridade marcante do trio – violino, bateria e violão sete cordas – está ainda mais apurada. “Aqui é o Meu Lá” traz momentos de virtuosismo e outros com mais cadência, além de solos bastante elaborados. Todo o material foi gravado ao vivo em estúdio. A lista dos músicos convidados para o álbum inclui o próprio Benjamim Taubkin, que tocou piano em uma das faixas, o contrabaixista João Taubkin e Danilo Morais, na voz e violão. Os três estarão também no palco, que contará com projeções e iluminação do estúdio Laborg. “Será um show muito especial. O lançamento oficial é a festa de coroação de um trabalho de dois anos, desde a concepção até a chegada do disco.”, completa. SImageERVIÇO: RICARDO HERZ TRIO lança disco “AQUI É O MEU LÁ” no SESC Pompeia: Dia 5 de julho de 2012, quinta, às 21h, no Teatro. Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos. Ingressos: de R$ 4,00 a R$ 16,00 Duração: 90 minutos Lotação: 356 pessoasSESC Pompeia – Rua Clélia, 93 Telefone para informações: (11) 3871-7700

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Kymani Marley: filho de Bob Marley se apresenta em Santos e Americana

TOUR DATES:

19/05/2012 – Santos/SP – Virada Cultural Paulista
20/05/2012 – Americana/SP – Virada Cultural Paulista

 

Ky-Mani Marley nasceu em 1976, filho de Bob Marley e da campeã jamaicana de ping pong Anita Belnavis. Depois de ter passado o período da sua primeira infância com o pai Bob e a sua mulher Rita, emigrou em 1985 com a sua mãe a Miami: um resumo da sua tumultuosa adolescência pode ser encontrado no livro autobiográfico que saiu recentemente e que tem por nome “Dear Dad”.

Junto com seu irmão Stephen, Ky-Mani Marley é o filho de Bob cuja voz mantém a maior semelhança com a do pai. Ky-Mani desenvolve-se com facilidade tanto em atmosferas roots reggae como em ritmos Hip hop, como podemos ver nos seus recentes CDs “Many more roads” e “Radio”.

Ky-Mani sempre manteve a proximidade com a cultura de seu país, sua música é guiada pela paz, pelo amor, pela união e pela vida nas ruas. Como ator, ficou conhecido por protagonizar o filme “Shottas”. Atualmente grava seu novo disco “Evolution of a Revolution”no lendário estúdio Tuff Gong, em Kingston, na Jamaica.

 

Veja as fotos dos shows, por Dakota Photo:

 

Vídeos no Youtube

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Seun Kuti & Egypt 80, direto da Nigéria para a Virada Cultural

TOUR DATES:
06/05/2012 – SÃO PAULO/SP – VIRADA CULTURAL

 

Seun Kuti, filho do lendário Fela, lança novo disco em turnê pelos Estados Unidos e Brasil

Seun Anikulapo Kuti, filho do ‘pai’ do afrobeat, o nigeriano Fela Kuti, faz shows em mais de 20 cidades nos Estados Unidos e fecha turnê na Virada Cultural em São Paulo.

 

No palco, Seun é tão imponente e frenético que às vezes é difícil não confundi-lo com o pai. Seun vem ao Brasil acompanhado da banda Egypt 80, que durante muitos anos acompanhou Fela, o criador do afrobeat, ferramenta que utilizou como forma de intervenção política. O músico foi um dos grandes ativistas políticos da Nigéria, utilizando a sua música para denunciar e criticar ideologias ditatoriais e colonialistas que dominaram o seu continente, em especial o seu país.

Hoje, a música criada pelo nigeriano Fela Kuti (vítima de Aids, em 1997, aos 58 anos) aparece cada vez mais como principal fonte de inspiração para uma nova onda Black nos EUA, Europa e Austrália em que a mistura de jazz, soul, funk e highlife move bandas hypadas, como Budos Band, London Afrobeat Collective e Souljazz. Até a musa pop Beyoncé, citou Fela como influência para ’4′, seu último disco.

O filho mais novo, Seun Kuti, afirma que não se importa de estar na sombra da figura paterna e talvez por isso mesmo tenha escolhido apresentar-se ao vivo e fazer a sua própria música em conjunto com o grupo do seu pai, o Egypt 80. Atualmente, Seun é o mais fiel seguidor do pai, não só da sua ideologia política, mas também da sua vertente musica.

Seun possui dois álbuns gravados com a banda Egypt 80. Nesta turnê, Kuti apresenta seu último álbum, produzido por Brian Eno, “From Africa with Fury: Rise”. O disco dá continuidade ao trabalho lançado em 2008, Many Things, que foi considerado o afrobeat mais próximo do som de Fela produzido nos últimos anos.

Em “From Africa with Fury: Rise”, a energia de Fela está presente até na capa, feita por Lemi Ghariokwu, o mesmo que criou capas clássicas de Fela.

Seun Kuti prepara um show explosivo para brindar a cidade de São Paulo com sua música inebriante.

 

VIDEOS DO SHOW 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments